Autor: Daniel Zacariotti

Mestrando em Comunicação e Práticas de Consumo pela Escola Superior de Propaganda e Marketing - ESPM, realiza pesquisas com foco em audiovisual, gênero, decolonialidade e Teoria Queer. Atua como Diretor e Produtor em projetos audiovisuais dentro do Coletivo Composto.

Desejo, sexualidade dissidente e sensibilidade queer no documentário “Lovely Andrea” de Hito Steyerl

O artigo “Oh bondage! Up yours! Sexualidades dissidentes e manifestações não-normativas do desejo na obra de Hito Steyerl”, de Gabriela Machado Ramos de Almeida e Jamer Guterres de Mello, nos propõe um caminho de análise do documentário Lovely Andrea (2007), da artista, ensaísta e professora Hito Steyerl, a partir da chave da sensibilidade queer em diálogo com os feminismos dissidentes – a partir dos pensamentos de Paul B. Preciado. O artigo apresenta um caminho de construção de um desejo dentro de práticas sexuais dissidentes – neste caso, o bondage – a partir do resgate de uma fotografia, sendo este resgate a trama do documentário de Hito Steyerl.

Continue lendo
Facebook
Twitter